O estado é o verdadeiro dono do seu carro

O estado é uma gangue de mafiosos parasitas e criminosos que agride a liberdade de propriedade privada e de movimento de pessoas pacíficas.

Segue texto de Daniel Lopes, conhecido de uma amiga.

“Ha 2 anos vivo uma novela com um carro que paguei mas nunca consegui transferir para o meu nome, pois o dono de uma “agencia de automóveis” deu um golpe na praça, vendendo carros com dividas, como se estivessem quitados. Eu fui uma das vítimas. Ha um mes, esse tal dono foi inocentado… o oficial de justiça me entregou o oficio com a decisão do juiz me pedindo desculpa pelo veredito, dizendo que conhecia o caso e ja tinha entregue muitos desses papeis (o cujo deu o golpe em mais de 50 pessoas) e lamentando junto comigo a (in)justiça de seu país.
Apesar de ter pago todas as multas, e os IPVAs de 2010 e 2011, além de ter papeis da delegacia que me deixaram como “fiel depositário” (la se vai mais um termo) do automóvel, e ainda de ter feito um acordo parar sanar com o banco Santander uma dívida que nao era minha (além do que ja havia pago a vista pela compra em 2009), eu nao podia rodar com o carro porque nao era possível fazer vistoria… A burocracia e ineficiência do detran, da policia, e de tudo mais que deveria defender o cidadão nesse país, me impediram ate hoje de regularizar o documento, fazer a vistoria, mesmo com o esforços mais ardorosos da minha advogada.
Pois bem, hoje dirigindo pela pela praia da barra as 2 da tarde me deparei com uma blitz do tal detran. Fiscais da “altarquia”, novos, recém saídos da faculdade e aprovados em concurso, engomados e de ray-ban, curtiam sua autoridade com pompa e soberba. O cara foi direto ate meu carro junto com um PM, mandou encostar e disse – Esse carro tá no crime, estelionato. Manda pra delegacia.
… Levantei do veiculo e disse: Eu sofri um golpe, tenho aqui papeis da delegacia pra provar que o carro é meu.
– Eu nao quero ver isso.
– Como assim nao quer ver isso?
Uma mulher, também funcionária, se aproximou e pegou os papeis, leu e chamou o tal coordenador. Apos uma breve conferencia deles, desistiram de me levar pra delegacia , mas disseram que o carro seria rebocado porque eu nao tinha o documento de 2011. Aleguei que obviamente nao tinha, porque era impossível fazer a vistoria.
O tal coordenador disse que que nao podia fazer nada.
A partir dai se seguiu um longo debate, onde expliquei minha situação, quantas vezes eu e 2 advogados ja tentamos resolver a situação, que ate o vice-presidente do detran ja estava a par do caso, mas que o tal gravame é um entrave burocrático ridículo, quase irresolvível…. que o que o sistema estava fazendo comigo era absurdo, enquanto o verdadeiro criminoso estava em liberdade.
Eles começaram a me evitar…. Fiquei puto e comecei a discursar, ir atrás dos caras e dizer que o pais era uma merda, a justiça era uma merda, e essa porra dessa empresa que vcs trabalham era pior ainda…
O coordenador:
– Empresa nao…. Altarquia.
Nada pior do que ouvir aquilo naquele momento…. me deu nojo, vontade de ir embora, de quebrar o carro, de me jogar no mar, de qualquer coisa…..

Mas nao fiz nada…

Nao adiantava insistir, o automovel ia ser levado, e sabe-se la se um dia vou conseguir tirar um carro que nao é meu do deposito…. esse pais, esse pais…..

Perguntei ao almofadinha o q ele faria no meu lugar e ele respondeu que nao rodaria com o carro…. expliquei q nao era rico, e que tinha pago caro pelo carro e nao fazia sentido nao usar…
Acabei desistindo…. O cara do reboque ao meu lado nao parava de importunar…. assine aqui, tire as coisas do carro, pra adiantar….
– Pra adiantar???
– O nojo veio de novo….
Tentei ligar pra alguem, o celular nao funcionava…. tentei varias vezes… a vivo estava fora do ar justamente naquele momento… nao tinha um real na carteira pro taxi… porra…

comecei a caminhar em direção ao carro, o cara do reboque atrás de mim falando….os dois anos de problemas passavam como filme na cabeça, a perna bambeou….
sentei no meio-fio e veio o choro, quase de criança…. raiva… impotência, injustiça…

o cara continuava: – tire as coisas do carro por favor senhor.

Gritei: – meu irmão, me da um minuto porra!

Ele falou algo sobre nao ser culpa dele, bla bla bla…

Fui no carro peguei a guitarra, abri a capa, fui jogando os cds espalhados dentro, 2 casacos também…..assinei o tal papel, peguei a guia.
Peguei tudo? Nao, faltavam 2 guarda-chuvas que estavam na mala…. como eu ia levar aquilo? Nao vou levar, foda-se.
Fechei a mala…. ouvi de novo a voz do cara do reboque:
– Senhor, e os guarda-chuvas??

Olhei pra cara do homem:

– O guarda chuva o senhor enfia bem no meio da sua bunda!!!!

E fui embora andando.

Penso em sair do Brasil.”

O problema é que todos países têm departamentos de trânsito (gangues de criminosos) como o Detran.

O estado é o verdadeiro dono do seu carro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s