O mito da distribuição de riquezas

A forma mais eficiente de aumentar a média da qualidade de vida da população é deixando o capitalismo continuar sua procura pelo lucro, pela eficiência, pela massificação.

Não há nada errado em ser verde, querer… vinho biológico, mas antes da massificação qualquer vinho era muito caro. Massificação significa melhorar a qualidade de vida dos mais pobres, que vão ter acesso aos produtos mais baratos. O governo nunca é tão eficiente quanto o mercado em atingir o grau máximo de produtividade. Simplesmente porque o mercado é formado por milhões de agentes autoregulados que buscam o melhor retorno para seu trabalho, seu investimento. Governo nenhum tem essa capacidade, é como o problema da fórmula matemática que tenta explicar o universo, somente uma fórmula com o tamanho do universo seria capaz de explicá-lo, e ela já existe, o próprio universo.

A distribuição de riqueza, ou o uso dos impostos para distribuir benefícios além dos gastos básicos (educação, saúde, infraestrutura) retira uma parte do dinheiro disponível no mercado (parte dos bens, das comidas, etc) para aplicar no que chamam de justiça social. No caso das bolsas uma melhoria na qualidade de vida pode ocorrer em muitos casos, a curto prazo, combatendo a miséria extrema, como aconteceu no Brasil. Mas a longo prazo as bolsas se tornarão um grave problema, como é o caso das aposentadorias. As bolsas geram uma dependência que vai crescendo com o tempo. As bolsas têm a característica de nunca diminuir o número de beneficiários, só de aumentar, excetuando o caso da bolsa desemprego (é o único caso que paga mais se você parar de usar a bolsa, então lógico que não é preciso forçar alguém a sair da bolsa desemprego, fora os casos de indolência e depressão).

Com as bolsas estamos criando um dever no futuro, nossos filhos vão ter que trabalhar pra pagar essa conta. Ninguém me perguntou se eu queria isso pro meu filho, essa é uma das mazelas da democracia, você é obrigado a cumprir com deveres com os quais você não concorda.

Se o governo começar a mexer com reforma agrária, por exemplo, espere a subida de preços da comida no futuro, inevitavelmente. Receber pedaços de terra não resolve a vida de ninguém (ou quase ninguém), muita gente vai querer vender logo em seguida. Diminuir impostos é uma medida pra distribuir riquezas. Os preços ficam mais baratos DE IMEDIATO! Mas o governo Lula aumentou a taxação, assim como o governo FHC.

A melhor forma de melhorar a qualidade de vida dos pobres é fazendo a economia crescer, deixando ela em paz, garantindo um ambiente propício para a melhoria da produtividade, para o investimento, para a propriedade privada. Assim os preços baixam e o valor do dinheiro aumenta.

O mito da distribuição de riquezas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s