Alavancagem não é especulação

Sobre o capital financeiro é preciso primeiro falar sobre dinheiro. Dinheiro é apenas, e é impossível explicitar isso o suficiente nesses dias em que Marx ainda é levado a sério, APENAS UM MEIO DE TROCA. Dinheiro em si não é nada, ninguém c…ome papel. Além de não ter valor em si, o valor que ele representa, como troca, é, teoricamente, variável. Primeiro vou explicar porque é variável, e depois porque escrevi “teoricamente”.

Vamos imaginar que juntando todos os bens contabilizáveis brasileiros hoje, todas as construções, todos os móveis, todas as comidas, todos os instrumentos musicais, ferramentas, máquinas, chegamos no valor de 100 trilhões de reais. Não faço ideia se é por aí, mas 100 é o número bacana do por cento. Imagine que no mesmo momento temos em circulação 100 trilhões de cédulas de um real.

Se no ano seguinte a gente vê que a economia cresceu e temos 105 trilhões, mas continuamos com apenas 100 trilhões de cédulas de um real, cada cédula vai representar mais, em BENS, que ela valia antes. Ao invés de comprar 100 balas juquinha, vai comprar 105. Os preços vão BAIXAR, porque ninguém quer pagar mais do que o que se quer comprar vale. Ou seja, a quantidade de dinheiro não importa, ele sempre vai ser apenas um meio, uma linguagem. O que importa, somente o que importa, é o tamanho da economia.

Escrevi lá em cima “teoricamente” pois os governos, através de seu monopólio do dinheiro (somente ele pode imprimir e disponibilizar moeda corrente), imprimem mais dinheiro. O que acontece. A moeda que você cidadão possui, perdeu valor! O governo fabricou dinheiro, e passou a ser detentor de parte do valor dos bens da população!!! ROUBO! CRIME! Se a economia vale 100 trilhões de reais e o governo imprimiu para si mais 5 trilhões de cédulas de um real, o seu o meu o nosso real vai comprar menos balas juquinhas, e o governo vai poder comprar 5 trilhões delas sem ter gerado riqueza! O mesmo efeito acontece quando o governo quer “estimular a economia” como no PAC, se endividando e jogando dinheiro na economia. O que acontece é o efeito contrário, a economia cresce menos, e o dinheiro perde valor.

Tendo explicado que dinheiro é apenas um meio, e ele tem valor variável, vamos falar de especulação. Especulação de verdade significa investir em negócios que precisam de capital. Os negócios precisam de investimento por várias causas. Um p…adeiro quer abrir uma padaria? Ele precisa de tijolos que alguém fabricou, de farinha que alguém plantou, de móveis que alguém fabricou com a madeira que alguém cortou. Essas pessoas só vão fornecer isso tudo pro padeiro se ganharem em troca alguma coisa, o dinheiro que vai possibiltar eles comprarem suas comidas, tijolos, móveis. Todo mundo se especializa e coopera pelas trocas. Todo mundo sai ganhando, o capitalismo possibilitou esse padrão de vida moderno (que muita gente acha que é ruim ou insuficiente).

Esse dinheiro de investimento precisa vir de algum lugar, e só existe pois alguém acumulou capital antes, seja em tijolos, em farinha, em qualquer coisa. Alguém poupou. Não gastou, guardou para o futuro, acumulou capital, deixou de consumir antes para consumir depois. Então especular, e aqui o capitalismo se confunde com o sexo anal, é colocar sua poupança à disposição de novos negócios, hehe. Se se faz isso através de brokers ou diretamente dando para o padeiro, não faz diferença. Se alguém fica rico, ótimo, ajudou a melhorar a produtividade, a aumentar a economia, reforçou o valor do dinheiro.

O que chamam de especulação, e não é especulação, é o que chamam de alavancagem, uma das causas da crise de 2008 (junto à política de expansão de crédito habitacional iniciada no governo Clinton). O governo, que acusam de não regular nada, regulou essa alavancagem, permitindo os bancos de criarem esse produto. Digamos que você pediu emprestado 100 reais do banco pra construir sua casa. Não é difícil imaginar que o banco pode vender seu empréstimo pra alguém, pode querer dinheiro hoje.

O problema é que essa regulação de alavancagem permite o banco vender até 30 vezes o valor do seu empréstimo. ?????????? Como assim? Isso é a mesma coisa que imprimir dinheiro, é inventar dinheiro, é diminuir o valor da moeda. Não existem bens equivalentes a esse dinheiro inventado! Somente numa economia com o governo “regulando” é que coisas como essa são possíveis. Ninguém em sã consciência vai querer pagar 100 reais pra comprar um trinta avos da sua dívida de 100 reais!

Bancos que fazem esse tipo de coisa quebram. Ou deveriam quebrar, pois o governo americano foi lá dar dinheiro pra salvar os bancos, dinheiro esse que foi pago pelos contribuintes que não têm nada a ver com o problema de invenção de dinheiro do governo e dos bancos. Quebrem todos! Talvez assim uma parte do problema seria solucionado.

Conclusão: especulação é bom, é o que faz a economia crescer, essa alavancagem é que é criminosa.

Alavancagem não é especulação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s